domingo, 3 de Fevereiro de 2013

Can u take me higher?

Eu costumava escrever sobre música e teclava umas coisas engraçadas para vocês lerem na Drops e na DIF, mas já há algum tempo que não o faço e perdoem-me se isto correr mal... Durante esta semana, consumi música que nem uma "perdida". Será que posso dizer assim?! Perdida? A música não foi e nem é até ao momento uma forma de me encontrar...[Rita, what the hell are you writing? Perdi o jeito para isto!]

Back to the point..como eu estava a dizer, esta semana consumi imensa música e de géneros totalmente diferentes até que o youtube fez luz algures pelas 4 da manhã de um dia qualquer de Janeiro de dois mil e treze, e decidi após longas horas a ouvir Jesse Boykins III (aconselho vivamente), fazer click na Mara Hruby. 
Foi quase como amor há primeira canção, mas quis fazer a prova dos nove e perceber realmente se a Mara me tinha encantado ou se era apenas "fogo de vista". Passado sessenta minutos já estava a fazer download do EP - From Her Eyes, já a seguia no Twitter e no Tumblr, like a real stalker...até que descobri o Instagram e percebi que esta mania de descobrir artistas através destes meios de partilha de música em formato digital, estava a tomar proporções inesperadas. 

Converti-me completamente a esta sonoridade com um timbre de soul e Mara, God bless you, cause you have everything that I don't and please don't take away your cool (From Her Eyes - Take off your cool). 


Photos by Josh Faria




4 comentários: